Leia-me: A cidade que encolhe

a-cidade-que-encolhe-elisabeth-maggioAdmito: eu tenho um fraco por livros fininhos infanto-juvenis. Não é muito difícil uma historinha dessas me prender e entrar pros meus favoritos.

E, pensando bem, acho que essa categoria de posts não está fazendo muito bem para a minha reputação literária, mas enfim. A ideia era dar dicas de livros que eu adorei, então vamos falar de livros que eu adorei.

Quando se fala sobre uma cidade que encolhe, o que se imagina? Um gênio do mal maluco que inventa uma máquina de encolher coisas e que, para dominar o mundo, começa a ameaçar encolher uma cidade.

Pelo menos foi o que eu imaginei, quando li esse título.

Mas o buraco é mais embaixo. Continuar lendo

Anúncios

Coisas boas da semana

Oi!

Tudo certinho aí? Hoje eu tô sem assunto, então vamo direto pros links maravilhosos da semana.

Brigada eu.

por-do-sol

Sassaricando (Sabrina Almeida) – Aquele último olhar (conto)

Recordar, Repetir, Elaborar (Camila Pavanelli) – Gente de humanas (crônica)

Ordinários (Evandro Ferreira) – A Velha (conto)

Bear (Bianca Pinheiro) – Bear (HQ)

Amanda Palmer – My open letter to the Daily Mail (carta aberta – em inglês)

Nunca Fui Fofa (Dre Reze) – Plano de fuga (crônica)

Ryotiras (Ryot) – My name is Jonas (tirinhas)

Entre Todas as Coisas (Daniel Bovolento) – Depois do fim (artigo)

Café com Nata (Nata Castro) – Um estranho em casa (crônica)

A Vaca Voadora (Fer Torquato) – Abrir mão da coisa certa (HQ)

Escrevinhador – Tic, tac (conto)

Coisas boas da semana

Oi, gente! Como fomos de semana?

Por aqui foi tudo bem. Fiz muitos planos, um deles envolvendo o blog e o lindo do Wesley Samp. Espero ter novidades em breve, se tudo der certo.

E claro, passei a semana pesquisando coisas legais para compartilhar com vocês. A galera tava frenética essa semana. Produziram tantas coisas lindas, que ficou difícil escolher o que botar nesse post. Vamos torcer para essa inspiração toda continuar e a gente sempre ter coisas boas de ler, né?

O pedido para que vocês me passem seus links ou indiquem seus favoritos permanece, para que eu possa estar sempre atualizada do que há de legal nessa internet enorme.

Podem usar os comentários para sugestões também, eu não ligo. E se tiverem críticas também aceito, mas sejam delicados porque eu sou sensível. ❤

Beejo!

IMG_0079 copy

Edu Bernard  – Você tem um e-mail não lido (crônica)

Rafucko – Fraude Fashion Week (vídeo)

Proféticos (Rafael Marçal) – Mentiras que as mulhere contam (no frio) (tirinha)

Luiz Henrique Dias – O amor remove caninos (conto)

Trivialidades da Vida (Fernanda Mota) – Ela (conto)

Eumaldito, show! ( Felipe Attie) – Não tenho ido trabalhar (crônica)

Não Me Faz Pensar (Felipe Carriço) – Ensaio de mim (crônica)

Casa da Gabi (Gabi Bianco) – De fila de banheiro, blush, aquele cara e felicidade (crônica)

Petisco (roteiro de Daniel Esteves) – Nanquim descartável (quadrinhos)

Os Levados da Breca (Wesley Samp) – Silêncio (tirinha)

Desaniversário (Lara Aires) – Pés descalços (conto)

Boas Novas (Diego Freire) – Trabalho (vídeo)

Leia-me: As Meninas

As MeninasA Lygia Fagundes Teles foi a primeira escritora que me fez pensar “Meu Deus, quero ser ela.” É de longe a minha favorita e minha inspiração. Não que eu me inspire no estilo dela. Mas suas obras me influenciam no “ser escritora” e sempre me fazem ter certeza de que isso é o que eu quero para mim. Ok, admito: foi dela que peguei essa mania de finais cheios de mudanças.

Toda essa introdução para falar do último livro dela que li: As Meninas.

Este livro conta a história de três amigas que se conhecem no pensionato N. Senhora de Fátima e de suas vidas tão diferentes uma da outra. Todas as três estão em busca de si mesmas e a história inteira é contada como se o leitor estivesse dentro da cabeça de cada uma. Continuar lendo