Coisas boas da semana

Oi, você que me lê! ❤

Como vai a família? Tudo certinho no trabalho?

Hoje estou particularmente emocionada porque recebi uma sugestão de post de uma leitora, a Marcela, me pedindo para contar como tive a ideia para o nome do blog. Isso nunca tinha me acontecido antes. Tô me debulhando em fofurice aqui.

A ideia para o nome do blog surgiu há mais ou menos uns seis ou sete anos, em um daqueles momentos que a gente não está fazendo nada e de repente uma ideia brota do vácuo. Pensei: “se um dia eu tiver um blog, vai se chamar Memórias da Pedra do Sapato”.

Aí nasceu meu primeiro projeto de blog, no UOL Blogs, há seis anos. Lá eu pretendia escrever mais para ter como provar para alguém que eu sabia escrever direitinho, quando surgisse alguma vaga para ser redatora em algum lugar. Acabou sendo um blog muito pessoal, onde eu postava coisas sobre namoradinhos da época, músicas para minhas crises existenciais e de vez em quando um conto ou uma crônica.

Em 2009, quando eu resolvi fazer o blog no wordpress, eu resolvi fazer a coisa direito e defini uma linha editorial para ele: seria um blog de contos, crônicas e conteúdo literário e autoral de modo geral. E por que as pessoas deveriam ler esses contos/crônicas? Foi nessa hora que o nome do blog fez realmente sentido.

Para quem não me conhece pessoalmente, eu tenho um metro e meio de altura (1,51m para ser exata) e não tenho peso o suficiente nem para doar sangue. Isso quer dizer que eu sou MUITO pequena. Ainda assim, eu sou pentelha. Gosto de incomodar as pessoas. Uma amiga costumava dizer “A Deka é pequenininha, mas estorva.” Maior das verdades. Ou não.

Eu resolvi que com os meus contos e crônicas eu iria chamar a atenção dos meus leitores para aquelas coisas, momentos, sentimentos e emoções que nós fazemos questão de ser indiferentes. E isso incomoda. Então o nome Memórias da Pedra do Sapato parecia perfeito, não?

Um belo dia, o Felipe Carriço tweetou a frase que está na descrição do blog: “Qualquer semelhança com a realidade é mera consciência” e isso era perfeito para a mensagem que eu queria transmitir. Pedi a permissão dele para usar a frase e ela está no topo do meu blog desde que ele existe.

Portanto, foi assim que nasceu o nome do blog e a linha editorial dele. Espero que não tenha se decepcionado agora que sabe que não me foi revelado durante um sonho em que o Matheus Verdelho sussurrava o nome em meu ouvido, ou mesmo em um dia que eu tivesse me perdido no bosque e descoberto um reino de duendes que me presentearam com o nome perfeito.

Enfim, bom final de semana, bons links e até a próxima conversinha. =)

Brigada eu.

pontilhao_guararema

Trivialidades da Vida (Fernanda Mota) – Então (conto)

Ryotiras (Ryot) – Rage against the machinima (tirinhas)

Ordinários (Evandro Ferreira) – Semana (conto)

Torradas Tostadas (Nina Rocha) – Casa dos Sonhos (crônica)

Fear of Flying (Conor Finnegan) – Fear of flying (vídeo – vi no Os Profanos)

A Vaca Voadora (Fer Torquato) – Retratos Instantâneos (HQ)

Nunca Fui Fofa (Dre Reze) – Feliz propriedade de um gato (crônica)

Os Levados da Breca (Wesley Samp) – O Muro (HQ)

Entre Todas as Coisas (Daniel Bovolento) – Deixa ela entrar (crônica)

Mentirinhas (Fabio Coala) – Uma lenda (HQ)

Do Óbvio ao Avesso (Juliana Cimeno) – Sobre a arma quente (conto)

Edubernard (Eduardo Bernardinelli) – Por que querer a verdade? (poesia)

Coisas boas da semana

Oi!

Tudo certinho aí? Hoje eu tô sem assunto, então vamo direto pros links maravilhosos da semana.

Brigada eu.

por-do-sol

Sassaricando (Sabrina Almeida) – Aquele último olhar (conto)

Recordar, Repetir, Elaborar (Camila Pavanelli) – Gente de humanas (crônica)

Ordinários (Evandro Ferreira) – A Velha (conto)

Bear (Bianca Pinheiro) – Bear (HQ)

Amanda Palmer – My open letter to the Daily Mail (carta aberta – em inglês)

Nunca Fui Fofa (Dre Reze) – Plano de fuga (crônica)

Ryotiras (Ryot) – My name is Jonas (tirinhas)

Entre Todas as Coisas (Daniel Bovolento) – Depois do fim (artigo)

Café com Nata (Nata Castro) – Um estranho em casa (crônica)

A Vaca Voadora (Fer Torquato) – Abrir mão da coisa certa (HQ)

Escrevinhador – Tic, tac (conto)

Coisas boas da semana

Hoje é dia de links e eu estou aqui, postando, com uma dor de cabeça e enjôo suficientes para mais 4 pessoas. Não, não estou grávida. Sim, eu sei que postei um conto sobre gravidez. Não, não era pessoal.

Acho muito engraçado quando acham que meus posts são pessoais. Eu escrevo contos, gente. Não um diário. Isso significa que é tudo ficção. Histórias que surgiram na minha cabeça através de alguma coisa que observei por aí. A parte mais legal é que, quando eu quiser desabafar e colocar alguma coisa realmente pessoal, ninguém vai saber. (Mentira. Criei uma tag para os posts pessoais. É só vocês procurarem os posts com essa tag que vocês já vão saber quais deles realmente aconteceram comigo.)

E embora pareça que eu esteja revoltada, não estou não. É só a enxaqueca falando mais alto, tá? Desejem-me melhoras para que o enunciado da semana que vem volte a ser fofinho como os outros.

Beijo.

Brigada eu.

IMG_0093

Entre Todas as Coisas (Daniel Bovolento) – Se você não me quiser (crônica)

Mentirinhas (Fabio Coala) – Tão parecidos (HQ)

Os Levados da Breca (Wesley Samp) – Bem apropriado (tirinha)

Os Proféticos (Rafael Marçal) – Dia das mães (tirinha- Sim, eu sei que tá atrasado. Mas é que ficou tão bonitinho!)

Os Proféticos (Rafael Marçal) – Mentiras que as mulheres (não todas) contam (tirinha. Colquei esse pra compensar o anterior e pq o Rafael se inspirou na minha imagem pra desenhar a personagem. Só que com mais peitos. E mais fútil.)

Hqrizando (Cleber Betto) – Apresentando amigo imaginário (tirinha)

Trivialidades da Vida (Fernanda Mota) – Trânsito (conto)

Bichinhos de Jardim (Clara Gomes) – Super Poderes (tirinha)

Casa da Gabi (Gabi Bianco) – Ladeira abaixo (crônica)

Milf WTF (Natasha – Luta que pariu (crônica)