Saia justa

bus-stop-pin-up_…

_O que? Estou com fone de ouvido, não consigo…

_…

_Sim, claro. Posso tirá-los. Por que não?

_É aqui que passa o ônibus 845?

_É sim. Acho que passa em 5 minutos.

_Ah, muito obrigada, menina. Achei que o tinha perdido.

_É, não perdeu não. – (sorriso)

_Esse ônibus sempre vem lotado, né?

_Na maioria das vezes vem sim. Mas este horário é até bem sossegado.

_Está indo estudar, minha filha?

_Não. Estou indo trabalhar.

_Ah, que bom. É muito bom trabalhar, para ter seu dinheiro, né? Sabe, o meu neto, que veio me deixar aqui no ponto, tá trabalhando também.

_Que bom, não?

_É sim. Ele trabalha na firma do pai dele, faz seis meses. Tá ganhando bem.

_Que ótimo.

_Você trabalha com o que?

_Sou redatora.

_Eu achava – até falei pro meu neto, esse que me trouxe aqui – que você estudava advocacia.

_Nossa, sério? Não!

_É. Foi o que falei pro meu neto. Você é muito bonita.

_(sorriso) Obrigada.

_Meu neto, não é porque é meu neto, heim? também é bonito.

_Hahaha imagino que seja mesmo.

_É ele tá solteiro. Terminou com a namoradinha ano passado. Eu falava para a minha filha, que não gostava daquela menina, sabe? Muito festeira e vivia enfiada lá no quarto dele. Mas agora ele terminou com ela, tá solteiro.

_Poxa, que pena.

_Eu não gostava dela. Sorte que minha filha ficava em casa junto com eles, porque eu moro nos fundos e não tinha como ficar de olho nos dois. E minha filha fica em casa o tempo todo, porque meu genro não gosta muito que ela saia pra trabalhar, sabe?

_Nossa, super sei. Que coisa, não?

_É eu sempre falo para a minha neta, irmã desse meu neto que me trouxe aqui, que ela precisa tomar cuidado ou pode acabar enfiada no quarto dos meninos que nem a namoradinha do meu neto.

_Nossa, pensou que perigo?

_Verdade. Mas você é muito bonita e muito simpática, viu?

_(sorriso) Obrigada.

_Você deveria ir lá em casa tomar um café comigo. Mas vá de sábado ou domingo, quando meu neto também está lá. Aí você pode conhecê-lo.

_Ah, poxa, claro que vou! Mas eu sou lésbica, espero que a senhora e o seu neto não se incomodem.

_Você é… ah, acabei de lembrar… Acho que esse domingo ele vai passear com os amiguinhos.

_Mas de repente a sua neta pode me encontrar lá, né? Qual é a idade dela, heim?

_Ah, o que? Ah, ela é novinha, novinha, sabe? Nunca está em casa aos domingos. Passeia bastante.

_Que pena. Bom, se a senhora quiser anotar meu número, eu também faço programa. Para complementar a minha renda, sabe? E aí não importa se é homem ou mulher, topo qualquer coisa. Já que o seu neto está solteiro, de repente ele precisa de uma companhia.

_Ah, não precisa! Ele sempre aparece com uma amiguinha lá em casa, acho até que logo começam a namorar.

_Tá certo.

_…

_O que? Recoloquei os fones. A senhora não se importa, né?

Anúncios

4 pensamentos sobre “Saia justa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s