Leia-me: O Vampiro de Curitiba

1016081-250x250A minha relação com esse livro sempre foi estranha, nos mais variados aspectos.

A primeira delas: eu nunca tinha ouvido falar de Dalton Trevisan, até fazer um teste por brincadeira, para saber qual livro tinha mais a ver comigo e o resultado deu justamente O Vampiro de Curitiba, o que eu achei bastante peculiar.

Alguns anos depois encontrei-o em uma livraria e resolvi levá-lo. Para minha surpresa era muito fino e foi lido em menos de uma tarde.

E “estranho” continua sendo a palavra para definí-lo. Dalton é cruel, violento e impiedoso. Mas não pensem vocês que se trata de um livro sobre monstros ou de violência sanguinolenta e física.

Não. A tortura é psicológica. Ele expõe seus personagens de uma maneira crua. Vira do avesso aqueles detalhes que, na realidade, nenhum de nós quer muito notar ou falar sobre. Essa violação acontece tanto fisicamente, descrevendo características físicas nojentas e propositalmente ignoradas, como emocionalmente, debulhando traços de caráter e comportamentos vergonhosos que iríamos preferir não saber.

Ninguém se salva em suas histórias. Nem o protagonista, o tal “vampiro” que é uma criatura vil, pervertida, traiçoeira e sarcástica. Vendo cada conto em primeira pessoa, através dessas lentes, dá para entender porque eu terminei o livro sem ter muita certeza de como eu me sentia. Na verdade o leitor acaba se sentindo constrangido por toda essa falta de pudor e limites.

É um livro para quem gosta de ler pelo amor à arte, tanto que eu não lembro de uma única história. Nenhuma delas me marcou tanto quanto o estilo descarado de Trevisan e suas observações cáusticas sobre a sociedade curitibana e nossa própria insignificância.

É para ler e se descobrir admirando a beleza do mundo horroroso descrito por ele.

4 pensamentos sobre “Leia-me: O Vampiro de Curitiba

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s