Leia-me: Fronteiras do Universo

Obs: Trilogia composta pelos títulos: “A Bússola de Ouro”, “A Faca Sutil” e “A Luneta Âmbar”.

Essa foi a única série que fiz questão de adquirir todos os livros.

Tudo começou quando eu assisti ao filme (A Bússola de Ouro) e achei uma bosta.

Alguns anos depois, minha mãe encontrou o livro sendo vendido por dérreau em um bazar de garagem, aqui na vizinhança e o comprou para mim.

Peguei o volume de autoria de Philip Pullman sem muito entusiasmo, pensando que não deveria ser grandes coisas, visto a sem-graceza que foi o filme e PÁ! li o livro inteiro em dois dias. Tudo o que consegui pensar foi: “Como vocês conseguiram estragar essa história, galera????”

Procurei os livros seguintes feito louca, cheguei a encomendar o último, que não encontrava em lugar algum e nenhum dos três volumes me decepcionou em nenhum momento.

A história se trata da saga de Lyra Belacqua, uma garotinha órfã completamente fora dos padrões, que vive em uma sociedade onde a Igreja Católica é a autoridade máxima, os dirigíveis tomam o lugar dos aviões e as pessoas têm a alma pelo lado de fora: os deamons. Os deamons têm a forma de um animal que representa aquela pessoa, quando adulta, pois antes da puberdade os deamons não têm forma definida.

Nesse mundo o é ao mesmo tempo um grande mistério e uma grande ameaça à estrutura social vigente, os ursos polares não só falam como vivem em uma comunidade super estruturada e então as crianças começam a desaparecer. No segundo livro, Lyra conhece Will Parry que se torna também um protagonista e passa a acompanhá-la em suas aventuras, com o objetivo de encontrar o seu pai e salvar sua mãe de um manicômio, e não vou dizer mais nada ou será spoiler.

Fronteiras do Universo está para o ateísmo, assim como Crônicas de Nárnia está para o cristianismo. Justamente por isso, essa história pode ser considerada ficção científica mais do que uma fantasia.

Pullman faz uma crítica contundente e dolorida, não só ao fanatismo religioso, mas a qualquer tipo de obediência cega e não questionadora. Ele também põe em cheque toda a sociedade moderna. Mesmo que o primeiro livro tenha sido publicado nos anos 70, a história ainda é vergonhosamente atual.

Espero que vocês fiquem muito curiosos para lerem esses livros, pois são ótimos: tem guerras, sangue, violência e muita, muita informação para se pensar.

Quem já leu, por favor, comente. E quem não leu mas viu o filme, tome vergonha nessa cara e esqueça tudo o que sabe sobre A Bússola de Ouro. Vá ler o livro.

7 pensamentos sobre “Leia-me: Fronteiras do Universo

  1. Li o primeiro livro por indicação de uma amiga e eu fiquei boquiaberto, louco, apaixonado, surpreso. Amei o livro. Foi realmente sem palavras. Infelizmente não tive a oportunidade de ler os outros, mas não vejo a hora de poder.
    É simplesmente genial!

  2. Eu li os três e como posso dizer… até agora estou embriagada por eles, quero ler de novo e de novo, quero compra-los pois quando li eu peguei na biblioteca do curso técnico. Um que recomendo é “A Oxford de Lyra” que se passa dois anos depois do fim de “A Luneta Âmbar”, é uma historia curta mas igualmente deliciosa.

  3. Estupendo!Não tenho palavras suficientes para descrever o quanto os livros sao bons!!!É uma historia nova(no sentido de nao envelhecer ou ficar ultrapassada nunca),divertida,empolgante,extremamente diferente e surpreendente.
    Vale a pena ler!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s