A razão

Desculpa interromper o seu feriado, mas é que a saudade não me dá um minuto de trégua.

Me acostumei a fazer parte dos seus dias e agora não é mais a mesma coisa dormir, sem a certeza de que no meio da noite você vai me puxar pra perto de si e aninhar entre seus braços.

É que eu quero te contar sobre cada vez que o tempo muda por aqui. Porque tá frio e você prefere o frio, não é? E quando chove eu lembro de você dizendo, irônico, que estava odiando ter que passar o dia na cama comigo.

Tentei ouvir umas músicas pra passar o tempo, mas minha playlist está toda impregnada de momentos nossos. E os momentos ociosos, eu queria passar vendo algum filme que você baixou ou aquela série engraçadinha que passa toda hora na sua nova tv gigante, sabendo que só tenho que ir até ali na sala pra te ver. Até mesmo o cheiro da minha própria pele me trai, porque falta o cheiro do seu suor misturado nele.

Paciência. Ainda tenho viva a lembrança do cheiro do seu quarto, pra me aquecer. Pelo menos agora ele está sempre arrumado, veja só! E você pode trabalhar o dia todo sem que eu te interrompa. (É mais forte que eu! Não posso passar pela sala e te ver ali, sério e concentrado, sem ter pensamentos impróprios.) Você também não precisa ficar abastecendo a geladeira com iogurte, ou jogando indiretas sobre eu ter estendido o edredom com as costuras ao contrário.

Você tem que entender que eu me sinto segura quando durmo de bruços sobre seu peito, quando me mostra que as coisas não são bem do jeito que eu imaginava e quando reclama que eu fico muda dentro do carro. Me sinto resolvida, com o seu jeito de dizer diretamente a mesma coisa que eu dei voltas e mais voltas pra insinuar. Com você eu gosto mais de mim. Não tenho medo de me sentir feliz e livre. Com você eu me divirto.

Então aproveite bem os seus dias de folga. Porque eu preciso estar novamente com você logo, pra te prender os cabelos no meu cafuné e te obrigar a gargalhar das minhas piadas infames, só pro teu riso embalar meu sono.

7 pensamentos sobre “A razão

  1. Oi, tudo bem?
    Como faço para entrar em contato com você por e-mail?
    Se puder me escrever, o meu é [e-mail removido pela autora]
    Eu gostaria de conversar com você sobre a possibilidade de publicação de seus textos.
    Até breve
    Rodrigo Rosa

  2. q saudade e q tristeza me traz no coraçao
    ver essa palavras q escreve com tanta emoçao
    me trazendo memorias e e dores sem rasao
    da felicidade e do amor só me restou a ilusao
    de um dia ser feliz sem ela na minha vida
    sem ela no meu coraçao

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s