Memórias de 2010

Então encerramos mais um ciclo.
E acredito que a partir do momento em que o ser humano teve consciência da sua consciência, conscientemente ou não, acaba parando para repensar todos os seus atos, conquistas, tentativas e erros. Da mesma forma que, assim que começou a marcar o tempo de sua existência, deixou esse exercício mental para o encerramento dos ciclos.
Voltas e mais voltas para introduzir o que chamamos de retrospectiva.
Estes ciclos que eu estou encerrando [plural pois, além do final do ano geral, em breve eu também completarei outro ano da minha existência] foram de acontecimentos ímpares. Foi o ano em que me formei. O ano em que tentei diversas vezes e diversas coisas. E não conquistei nenhuma delas. Mas foi o ano em que mais descobri coisas e que aquela pessoa que existia dentro de mim, sufocada por pequenos e grandes medos, cresceu, apareceu, tomou forma e se impôs como quem eu realmente sou.
Dentro de cada pedacinho desse caos, foi se delineando aos poucos o caminho que eu devo seguir. E o que começou com dúvidas e tentativas, ganhou força com a certeza do que eu realmente devo fazer e, é claro, do tamanho da batalha que terei de empreender pra dessa vez conquistar.
E por fim, na hora de rever tudo, essas linhas nasceram em forma de presentes para todos que tiveram algum significado nisso tudo.
Para cada um da minha família, eu gostaria de dar um diamante. Não há forma melhor de mostrar a eternidade deste sentimento que carrego, assim como sua preciosidade.
A todos aqueles a quem um dia chamei de amigo, dou um elo de uma corrente. Somente dessa forma consigo representar o significado da força que me deram e da ligação que temos. Quando um elo fraqueja, eu imediatamente o sinto e o apoio, pois a sua força também é a minha força.
Àqueles com quem, por um breve período, estive empregada. Ofereço um espelho para que antes de procurar os erros nos outros, consigam enxergá-los atrás do próprio ego e, não esmaguem os que estão embaixo com o peso de sua liderança antiquada e enfraquecida pela incoerência com a mensagem tão linda que pretendem passar através da sua iniciativa.
A todas as pessoas de alguma forma estão envolvidas com letras e/ou quadrinhos, ou até mesmo que incentivaram as minhas próprias linhas, o meu presente é uma pedra. É a minha forma de agradecer por terem calçado o caminho que eu quase me desesperei por não encontrar.
Aos que eu amei, dou uma flor. Ela representa o pequeno milagre que é a vida do sentimento que plantei por cada um, assim como sua delicadeza, pois morre ao não lhe ser dedicados os devidos cuidados.
A todas as pessoas incríveis que conheci este ano [e foram muitas!], o presente é uma lanterna. Cada um me iluminou a seu modo, me fazendo chegar a mim mesma.
A todos os demais ofereço letras e músicas. E letras.
E por fim, o meu presente: O futuro. Não há presente melhor do que começar tudo de novo, não é?
Um beijo para todos que tiveram um tempinho a dedicar a este blog, seja hoje ou durante o ano que se passou. Desejem-me mais que sorte: inspiração.
E a vocês eu desejo visão.

About these ads

18 pensamentos sobre “Memórias de 2010

  1. Menina linda!
    Que texto mais lindo!
    Obrigada pelos presentes! Fico muito feliz em fazer parte de sua vida de alguma maneira. Você é muito especial!
    Desejo que seu ano seja repleto de realizações e que só lhe aconteçam coisas boas. As ruins são importantes, mas espero que você as veja como boas… porque todos os males vêm para bem!
    Beijos, querida!
    Feliz ano novo!

  2. Muito bom o texto, bem reflexivo e inspirador.
    Mesmo que você não tenha alcançado todos os seus objetivos
    você ainda é uma pessoa muito especial por conseguir ter
    visão disso e seguir em frente. É isso ai.
    Acredita no seu trampo e bota pra fude! ;D

    tudo de bom Deka.

  3. abusada que sou posso entender que ganhei pedra e lanterna ? que delícia de leitura nesse primeiro dia de 2011, no que eu puder servir conta comigo ;)

    “é preciso força pra sonhar, e entender que a estrada vai,além do que se vê”

    muita inspiração, muita visão, e claro muitos nob regados de boa conversa e troca de figurinha.

    bj

  4. Que texto lindo, Deka. Como disse a Luciana, agradeço o presente, pois mesmo brevemente fiz parte de sua vida, quando nos conhecemos no encontro de blogueiros e twitteiros de Mogi. Feliz 2011. Que seja cheio de erros, acertos, decepcções e conquistas. Que seus planos, projetos e sonhos se realizem – principalmente o mais especial deles, que você sabe qual é. Que a vida seja intensa como deve ser!

  5. Ciclos e temporadas, ao final tudo é gratificante.
    Esse auto-leitura feita por você é bastante contagiante.
    Vejo um otimismo e uma gratidão natural nas letras, isso torna todas as palavras verdadeiras e legítimas.

    Obrigado pelos presentes abstratos, é difícil criar uma forma assim que agrade as pessoas comuns.

  6. E mais uma vez “minha pequena” com suas palavras doces tão delicadas quanto ela mesma mostra o quão é meiga e sabe que a arte da vida é recomeçar sempre que quiser ou que o ciclo terminar… Erros ou acertos, o que importa é tentar, viver, respirar, se jogar para as possibilidades e ver onde podem te levar…
    Não sei dizer qual seria meu presente provavelmente um elo e meio frágil já que as mudanças distância mudam muita coisa apesar da amizade sincera que ainda carrego aqui desde um dia que uma louca espevitada de saia de pregas com meia arrastão parou pra falar comigo na faculdade hora se escondendo atrás de um lindo sorriso com o cabelo brincando no vento, e soube que a amizade seria eterna no dia em que sentamos mesmo sem um assunto mas com o conforto da presença alheia, o anel que ainda tenho junto as minhas jóias mais queridas o que exatamente você é para mim, uma jóia rara! Uma amiga única que não troco por nada nem ninguém, o tempo passa as pessoas mudam inúmeras coisas acontecem conosco mas tenha certeza que meu carinho por você estará sempre intacto e puro como cada conversa e sorrisos e lágrimas que trocamos.

    por mais clichê que seja, conte comigo hoje e sempre para o que der e vier, eu sempre estarei aqui por você.

    • Ahhh Driiii! Você é aquela pessoa que a gente pode ficar sem se encontrar por anos e quando nos revermos, vai parecer que nunca estivemos afastadas. Eu queria poder oferecer muito mais, pra poder mostrar pelo menos uma parcela mínima da nossa amizade, mas eu só tenho minhas palavras pra isso.

      • ahhh pequena, suas palavras pra mim valem mto! é verdade qdo te vi no trem parecia q o ultimo dia q tinha te visto era um dia antes so sentia como se tivesse mil novidades rs mas entre nós nossa amizade era a mesma ^^
        temos q marcar de se ver e fazer fotos novas nem isso temos mais direito hahaha

  7. Desejo-lhe tudo que possa servir como precursor para o brotar de inspiração. Que 2011 seja um ano de muito pimentice para você e todos que ainda terão o prazer de lê-la cada vez mais. mega abço

  8. Retribuo os desejos de visão, pois a inspiração anda contigo e sempre estará ai, sem mais nem pq :)
    Meu caso é com outra linguagem, mas aqui só cabem as palavras pra dizer que foi, é, e será bom levar você comigo, de qualquer forma.

    ótimo ano procê, beijojos ;)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s